Os audiolivros no apoio à alfabetização infantil dentro e fora da sala de aula

Os audiolivros no apoio à alfabetização infantil dentro e fora da sala de aula

Anteriormente já explicamos o que é audiolivro e sua importância, mas você sabia que os audiolivros não são apenas para os adultos e que os pequenos também podem escutar, sendo fundamentais para seu aprendizado — dentro e fora da sala de aula? 

Pois é! Com o audiolivro, uma criança pode aprender palavras novas, estimular sua criatividade, além de desenvolver sua linguagem. Por isso, audiolivros infantis são uma ótima ferramenta para ajudar no desenvolvimento infantil.

Como os audiolivros auxiliam na alfabetização? 

Ao escutar uma história, a criança pode se familiarizar com a linguagem e também reconhecer sons e fonemas. Outro benefício é a contribuição para a pronúncia das palavras e ampliação do vocabulário dos pequenos. 

Crianças que têm algum tipo de dificuldade de aprendizagem — dislexia, dificuldade em reconhecer palavras, dificuldade em memorizar palavras e sons são beneficiadas quando escutam um audiolivro, isso porque o audiolivro é um fator importante para a compreensão dos textos e o que está sendo contado nas histórias. 

Nas escolas, o audiolivro pode ser utilizado de diversas formas:

  • Em atividade com crianças que estão em processo de alfabetização;
  • Como uma forma de auxiliar crianças com deficiência visual;
  • Em atividades para crianças de língua estrangeira;

Outro fator importante do audiolivro para os pequenos é a criação de uma ponte entre a criança e a literatura. Quando fortalecidas, essas pontes são capazes de manter a criança ligada às suas emoções e imaginação.  

Os audiolivros para as crianças são produzidos e interpretados de forma que os pequenos façam um mergulho nas histórias de forma lúdica, divertida, e acima de tudo, construtiva para seu aprendizado, atenção, capacidade de absorção e interpretação. 

O audiolivro oferece inclusão às  crianças com deficiência visual ou intelectual, permitindo que participem  ativamente das interações e do processo de aprendizagem junto de seus colegas. Com o audiolivro, a criança tem uma outra opção de aprendizado além do Braile, proporcionando às crianças uma opção adicional e acessível para aprender. 

Quando um professor aposta no audiolivro, ele está incentivando um letramento mais ativo, dinâmico e interativo. 

Como incentivar a leitura em casa? 

Quando a criança é incentivada na escola a escutar audiolivros, o processo de leitura é um facilitador. Mas, como proceder quando isso não acontece? Como incentivar meu filho a escutar histórias e convencê-lo que ouvir audiolivros é uma experiência enriquecedora?

Primeiro de tudo, é necessário ter em mente que mesmo com a vida corrida e as tarefas do dia-a-dia, você como pai ou mãe, precisa passar um tempo de qualidade com seu filho, fazer coisas boas e saudáveis com a criança – como por exemplo, ler um livro juntos. 

Criar, contar e ouvir histórias com as crianças são atitudes extremamente benéficas para o desenvolvimento delas. Aprenda como estimular os pequenos a escutarem audiolivros:

Fortalecimento de vínculos familiares

Você pode colocar o audiolivro para tocar enquanto está no carro e os dois escutam juntos durante algum trajeto. Ao final da história, você pode perguntar para o seu filho sobre o que ele entendeu da história, como aquela leitura o afetou e o que ele aprendeu sobre a história. 

O enredo e os personagens podem ser temas de conversas — você pode usar determinada situação da história para ensinar valores morais para os pequenos, conversar sobre coisas do cotidiano usando a história que foi contada e mostrar o que é certo ou errado em alguma atitude. 

Interesse pela leitura

Com os audiolivros, as crianças têm a oportunidade de mergulhar e ativar mais facilmente a imaginação. A entonação dos narradores, os efeitos sonoros e as músicas utilizadas trazem maior atenção das crianças para as histórias, tornando-as mais atentas e criativas. 

Com os livros físicos, as crianças podem ter dificuldade de se conectar com a história — ainda mais se ela não teve contato com os livros desde pequeno. O principal fator benéfico dos audiolivros é que elas despertam o interesse das crianças pelas histórias contadas.

Apresente audiolivros para os pequenos

Que tal começar a incentivar seus filhos a escutarem uma boa história? Confira algumas indicações das melhores histórias para os pequenos aprenderem enquanto se divertem. 

O Pequeno Príncipe

Quem poderia imaginar que a história de um aviador perdido no Saara, de um pequeno príncipe que só queria fazer um amigo, de uma rosa convencida e de uma raposa ainda não domesticada se tornaria um dos livros mais lidos e mais queridos de todos os tempos?

O Pequeno Príncipe, de Saint-Exupéry, conquistou, ao longo do século XX, leitores pequenos e grandes, e não é por menos, pois o autor conseguiu, em um texto tão breve, dar uma grande lição: a importância do amor e da amizade.

Sítio do Picapau Amarelo

Narizinho está aguardando ansiosamente a visita do seu primo Pedrinho que chega em uma semana.

Tia Nastácia e Dona Benta, começam a acreditar nas histórias de Narizinho sobre o Reino das Águas Claras, considerando o fato de que a boneca começou a falar do nada, e sem explicações.

Emília é a melhor amiga de Narizinho e as duas são inseparáveis, com isso, elas vivem suas aventuras naquele reino maluco.

Essa aventura não pára aqui, tem muito mais para descobrir sobre o sítio do pica-pau amarelo e o mundo mágico de seus arredores.

Narizinho Arrebitado

Narizinho é como a menina Lúcia é chamada, neta da Dona Benta que mora em uma casinha branca. Nessa mesma casinha mora Nastácia, a negra que trabalha na casa da família e Emília, sendo a segunda uma boneca que a própria Nastácia costurou.

Certo dia ela encontrou o peixinho vestido de gente parado bem na ponta do seu nariz, que estava acompanhado de um besouro, e esse peixinho era o príncipe-rei Escamado rei do Reino das Águas Claras.

Narizinho conta para ele que a sua boneca não fala, e que queria que isso fosse resolvido em breve, sendo assim o príncipe fala sobre o Doutor Caramujo, este que tem cura para todas as doenças. Essa aventura vem com trilha sonora, e personagens que faz querer ouvir mais e mais.

A Fórmula Mágica de Teodoro

Teodoro percebe que os animais da sua fazenda foram acometidos por uma doença pra lá de estranha. As vacas começam a tossir, os patos ficam coloridos e os porcos inflam como balões. E se não bastasse tudo isso, seu cachorro, além de conseguir lamber o próprio olho, agora tem um topete estiloso.

Como a situação é complicada e precisa de uma solução urgente, ele cria uma solução mágica, com ingredientes muito especiais. Porém, o imprevisível acontece, e na calada da noite o remédio é roubado por criaturas muito pequenas, que moram debaixo da terra e são chamadas de Caraimunda.

Teodoro bem que não quer acreditar quando os encontra, mas acaba descobrindo que eles também estão doentes e precisam da sua ajuda. Será que Teodoro e os Caraimundas vão descobrir quem está por trás de toda essa confusão?

O Jardim Secreto

Adaptado para a TV e cinema, O Jardim Secreto vendeu milhões de exemplares por todo o mundo desde sua primeira edição em 1911.

Considerado um dos mais importantes livros infantojuvenis do século XX pela National Education Association, a obra está entre os 100 livros mais indicados por professores em língua inglesa.

O Jardim Secreto conta a história de Mary Lennox, uma menina mimada e arrogante. A típica criança que provavelmente você não convidaria para a sua festa de aniversário ou não sentaria ao lado dela na sala de aula. Depois de perder os seus pais ainda muito nova, ela é enviada à Inglaterra para viver com seu tio. Mal sabe que essa mudança irá transformá-la e todos a sua volta por completo.

O Jardim Secreto é um livro maravilhoso sobre amizade, afeto, cura e transformação. Mágico e envolvente.

Uma leitura carregada de lições que guardaremos por toda a vida. Um livro que une gerações. Desvende com Mary e seus amigos o mistério desse Jardim.

O Sorriso do Leão

Sem dúvida alguma, aquele foi o pior dia da vida de Frederico Alberto Valente. Em seus doze anos de vida, nunca passara por um momento tão constrangedor: quando um pombo pousou na janela da sala de aula, bem ao seu lado, tomado de pavor ele soltou um gritinho com a voz fina e toda a sala imediatamente se pôs a rir, apelidando-o de Pombo Valente. Antes disso, a vida já era difícil. 

Todos o conheciam em todas as partes como o filho do soldado Alberto Valente, neto do velho Valente, sobrinho do estranho Adoniram Valente. A família era famosa pela coragem; havia lutado contra os invasores estrangeiros, estavam nas páginas da história, moravam numa fortaleza. 

A todo tempo, Frederico Valente tinha que disfarçar a própria covardia, o que não era nada fácil. Tinha medo de panelas de pressão, de cachorros grandes e pequenos, de aves, em especial de pombos… Depois de gritar de medo na frente de toda a sala, as coisas ficaram ainda piores… A única esperança era a irmã gêmea, Valentina Valente.

Nascida com os genes da absoluta coragem, ela encoraja Fred, dizendo que aquilo não era covardia, só “um medinho besta”. Disposta a ajudá-lo, Valentina elabora um programa para ensinar o irmão como se tornar ainda mais corajoso que Tata Valente, conhecido como o mais valente dentre os Valente, personagem das histórias de valentia que cada criança Valente escuta desde a primeira refeição.

Escrito cuidadosamente, recheado de cenas de ação, enigmas matemáticos e referências históricas e literárias, O Sorriso do Leão é um livro cativante, daqueles que se lê prazerosamente, com o desejo de que a narrativa nunca termine.

Deixe um comentário